PIPIIonline

história


O PIP original (Perfil do Inventário da Personalidade) foi inicialmente desenvolvido durante 1984-1985. Seu principal autor foi o Dr. Michael Robbins, Presidente da Universidade dos Sete Raios, e autor do livro Tapestry of the Gods (Tapeçaria dos Deuses) e Infinitization of Selfhood (Infinitização da Seidade). Ele trabalhou, com um grupo de estudos mensal, os ensinamentos de Alice Bailey na região de Nova Jersey. Rick Good fazia parte deste grupo.

O grupo de estudos revisou mais de 1,000 perguntas para determinar as melhores. O resultado foi a composição do PIP com 140 perguntas, 20 para cada raio.

Em 1985, Rick Good escreveu o programa PIP para o APPLE II incluindo cartas astrológicas. Tal programa foi posteriormente transferido para o IBM usando o sistema operacional MS-DOS.

O PIP continuou a ser usado por Dr. Robbins nos seus seminários ao redor do mundo. Em 1992, haviam amostras suficientes e assim, o PIP foi submetido a uma análise. A análise inicial consistiu da medição de cada pergunta contra a combinação de todas as outras para aquele raio específico, ANOVA e análise fatorial. Assim, obtêve-se certa informação para determinar que perguntas eram responsáveis pela maior parte da variação, os percentuais de resposta, e a principal resposta para cada pergunta.

Desenvolveu-se então o programa computacional PIP II para o sistema operacional Macintosh, em 1993. Durante o período de 1993 a 2003, o PIP II foi enviado por correio, fax ou email para diversos indivíduos, que o responderam e enviaram suas respostas. Foram então processadas e depois seus resultados foram enviados através do correio.

Entre 2003 e 2004, o PIP II foi dividido em dois programas: um para a captação de dados (para os sistemas Windows e Macintosh) e outro para a apresentação dos resultados. O programa de captação de dados para o PIP II foi colocado na web para que o usuário pudesse descarregá-lo e utilizá-lo em seu próprio equipamento, tomando o tempo necessário para seu preenchimento; depois, enviaram seus resultados por email para Rick Good, a fim de serem processados.

Finalmente em 2010, o PIP II foi colocado no sistema computacional, com os resultados sendo processados imediatamente.